Neurocoaching e o empoderamento da equipe

13/07/2019

Nesse mundo VUCA (volatility, uncertainty, complexity e ambiguity) cada vez mais falamos em aumentar a performance das pessoas, e constantemente questionamos o papel dos líderes nas corporações nessa jornada. Muito citado hoje, o conceito de empoderamento se enraizou na sociedade como processo de mudança. Como seria aliar o neurocoaching em um processo de empoderamento de equipes?

 

É importante e necessário entender que empoderamento é um processo em que o poder é concedido a um grupo ou até uma pessoa. E poder nesse contexto é a capacidade ou habilidade de executar algo, ou ainda uma disposição natural ou adquirida para exercer qualquer atividade. O empoderamento não traduz uma concessão de poder pura e simplesmente como distribuição de privilégios ou cargos, mas sim uma movimentação em que o grupo toma consciência da capacidade de tomada de decisão e de que é um agente de mudança.

 

O líder é responsável por traduzir as metas da corporação e definir objetivos claros e orientar as pessoas e avaliar seu desempenho. É também seu papel desenvolver mecanismos e aplicar recursos que fomentem as competências necessárias para atingir as metas. Um dos recursos é o neurocoaching para promover desenvolvimento individual aliado ao do grupo, dentro dos quatro principais pilares do empoderamento corporativo: poder, motivação, desenvolvimento e liderança.

 

Quando o líder aplica as técnicas do neurocoaching como empoderamento, os integrantes da equipe têm suas crenças repensadas e seus mecanismos de defesas desarmados por eles mesmos, já que o processo é um mergulho em autoconhecimento. Esse caminho resulta na autoconfiança dos liderados que atendem melhor as demandas pois se sentem capacitados para utilizar novas técnicas.

 

A equipe alcança um maior nível de performance à medida que se seus integrantes se conectam com sua essência através do autoconhecimento conquistado com o neurocoaching. A própria equipe desempenha um papel ativo no resultado final das metas sem desvios que afetam a inspiração e a execução dos planos, o que traduz a autoconfiança da equipe.

 

O resultado de uma equipe com nível de excelência de desempenho é o constante desenvolvimento. O empoderamento fomenta a autoconfiança da equipe e o resultado impacta no cumprimento das metas.  

 

 

Please reload

Posts Em Destaque