Uma boa prática de gestão necessita de uma visão inovadora

 

 

O desafio atual do mundo dos negócios é olhar o colaborador como um SER multidisciplinar em que emoções, saúde, bem-estar, família, sociedade e resultados não podem ser considerados fatores isolados. Dentre tantas dimensões da vida humana, o NeuroCoaching mapeia o SER completo a fim de integrar o SER, o SABER e o FAZER em busca de resultados surpreendentes. 

 

Há algumas décadas, acreditava-se que o cérebro não apresentava a capacidade de mudança e que toda alteração no Sistema Nervoso Central era percebida como um desgaste irreparável. A partir da década de 70, o avanço nos exames de imagem permitiu o entendimento de que o cérebro não só pode mudar de acordo com os estímulos recebidos como construir novos caminhos neuronais. Esse evento foi chamado de neuroplasticidade ou plasticidade cerebral. O cérebro se encarrega de construir novas ligações entre neurônios, produzindo respostas diferentes daquelas que está habituado.

 

As empresas que se dedicam em promover a motivação e a superação de resultados nas atuações profissionais, encontram na neuroplasticidade um futuro de grandes possibilidades. O estímulo a novas conexões produzirá comportamentos mais funcionais, fazendo com que empresa e colaborador alimentem o bem-estar mútuo, sem perder o foco em resultados. O NeuroCoaching ganha destaque, uma vez que contribui de forma substancial para promover este tipo de transformação. 

 

Os estudos científicos evidenciam que a neuroplasticidade acontece a partir de estímulos que uma pessoa recebe no dia a dia. Os eventos sociais, a percepção do ambiente e a implantação de novos modelos de trabalho fazem parte dos fatores que efetivam a construção deste novo caminho no cérebro. Desta forma, a produção de resultados surpreendentes está alinhada aos diferentes modelos de atuação e a produção de novas respostas comportamentais.
No processo de transformação estão envolvidos alguns mecanismos do cérebro como: a alteração dos padrões bioquímicos, a resposta molecular (associada à genética), a conectividade dos neurônios e a formação da neurogênese (formação de novos neurônios).

 

A Psicologia, o funcionamento do Sistema Nervoso Central e as melhores ferramentas de Coaching formam o tripé que é a base do conhecimento do NeuroCoaching. Desta forma, é possível explorar e aprender novos comportamentos e produzir resultados incríveis no ambiente de trabalho. 

 

O NeuroCoaching tem como principal missão provocar formas diferentes de pensar sobre negócios, e consequentemente, produzir a neuroplasticidade a partir da desconstrução dos modelos de trabalhos vigentes. O estímulo às novas possibilidades cria uma alternativa de avaliação de desempenho perante ao hábito já condicionado e aos resultados organizacionais que tendem a ter uma evolução concisa.

 

O desenvolvimento pessoal e profissional encontrará na Psicologia, na Neurociência e no Coaching o caminho para revelar as novas possibilidades de crescimento e transformação. O SER por trás da ação estará motivado a sair de sua Zona de Conforto para buscar a satisfação dos objetivos pessoais e profissionais através dos conceitos de NeuroCoaching.

 

Assim, o autoconhecimento capacitará o indivíduo a lidar com crenças e valores pessoais a fim de adaptá-los constantemente ao ambiente e a realidade que o permeia. O futuro dos negócios deve compreender mobilidade, flexibilidade e autoconhecimento. A qualidade da gestão demandará um processo cíclico que inclua o neurocomportamento às ações de desempenho para proporcionar uma evolução mantida pela Neuroplasticidade e em prol de novos resultados.

 

Portanto, o NeuroCoaching surge como o conceito que fomentará o mundo dos negócios nas próximas décadas, uma vez que o Ser Humano tende a diversificar suas dimensões e demandas, ao mesmo tempo que necessita de um elo para compreender sua atuação e promover resultados sustentáveis no ambiente de trabalho.

Dr. Tiago Oliveira é CEO e Fundador da empresa O Novo Tempo – Desenvolvimento Humano, Gestor de Recursos Humano, Psicanalista clínico e institucional, Biomédico habilitado em Psicobiologia, e Doutorando em Ciências Biomédicas na Argentina.  Além de ser Autor e Trainer do programa NeuroCoaching – Transformando vidas, construindo sucesso!, escreve artigos para o Portal RH, é membro do ICC – International Coaching Community e Coautor do livro Coaching de Alta Performance publicado pela Editora Ser Mais.